Judd Marriott Mendes in Versus

O Sagrado que habita em mim, ama o Sagrado que habita em ti ...

Textos



... Chegando à primavera

Perdido meu pensamento
Meu olhar distante atento
Já não é o mesmo sem ti.
A saudade é constante aqui!

Às noites parecem eternas
A nossa cama tornou-se fria
Sem tua presença - tão vazia,
Meu corpo sem o teu inverna.

Vem chegando à primavera,
Sentir teu perfume, quimera.
Quem'e dera tê-lo nos braços.

São sonhos primaveris, quisera,
Longe estás longa à espera.
Ah, não fosse sonho, teu regaço!

          109686-mini.jpg?v=1569263283  Mary Jun



 
Mary Jun
Enviado por Judd Marrriott Mendes em 24/09/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras