Judd Marriott Mendes in Versus

Eu sou ninguém... e ninguém é perfeito.

Áudios

Entorpecida - Gisely Poetry (musical)
Data: 07/12/2018
Créditos:





Visite a Autora no RL:
Gisely Poetry
https://www.recantodasletras.com.br/autores/GiselyPoetry


Entorpecida - Gisely Poetry
https://www.recantodasletras.com.br/sonetos/6519149
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Entorpecida
Momento terno e sublime
Foi quando me enveredei em ti
Cometi terrível crime
Ao amar-te, me atrevi

Roubei flores no jardim
Compus sonetos estremecidos
Agora sinto golpes de espadim
Pela dor do acontecido

Quisera ter especiais poderes
Para mudar triste destino
Esse além dos meus saberes

Só posso mesmo alvorecer
E rogar ao meu Divino
Luz para não enlouquecer
Enviado por Gisely Poetry em 04/12/2018

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras