Judd Marriott Mendes in Versus

O Sagrado que habita em mim, ama o Sagrado que habita em ti ...

Áudios

Paixão sem freio - Mestre Jacó Filho
Data: 20/03/2018
Créditos:
Jacó Filho
Obra: PAIXÃO SEM FREIO, sonetos.
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

PAIXÃO SEM FREIO
              PAIXÃO SEM FREIO

Senti-la desnuda me torna imprudente,
Num abraço quente onde finda o medo,
E proibindo que escapar entre os dedos,
A chance que desejei e tão loucamente...

A paixão desenfreada molda-se tão real,
Que a minh’alma bloqueou toda timidez.
Pros loucos desejos negarem a sensatez,
Mostrando o amor, sob uma luz celestial...

Querendo saber se nos teremos de novo,
Gravo seu néctar junto com sentimentos,
Pra tê-los presente, a qualquer momento...

Com a paixão aplacada, ao amor recorro,
Pra termos felicidade, no relacionamento,
E quem sabe, chegaremos ao casamento...

           Réplica ao texto:
     Amor imenso (T6283668)
     De: Judd Marriott Mendes

Pra assistir em vídeo:
https://youtu.be/RgjszrN350w
..............................................................

Obrigado mestre André Zanarella:

Jacó ... Boa noite...

Não deite com mágoas no coração.
Não durma sem ao menos fazer uma pessoa feliz.
E comece com você mesmo...
texto poético muito belo com pitadas
de sensualidade na medida certa...

             Abração...

A consciência tranquila ri-se das mentiras da fama.
Ovídio
             Para o texto:
PAIXÃO SEM FREIO (T6285111)

........................................................................

Obrigado mestre Gualberto Marques:

Boa noite caro amigo e nobre Poeta Jacó Filho.
Parabéns com aplausos pelo reflexivo e extraordinário
soneto que nos ofereceu. Um belo poema muito bem
elaborado, com a eloquência e reconhecida arte poética
a que já nos habituou. Uma preciosa interação onde com
sensibilidade relata com elegância e discreta sensualidade
os meandros duma relação onde as grandes "Paixões" por
norma costumam assentar seus arraiais.
Bem difícil para nós simples mortais conseguirmos resistir
a esses impulsos que nos atraem pondo muitas vezes em
conflito as nossas tendências com o impulsivo "Ego" que
desejamos controlar com a força da nossa Razão.
Normalmente são períodos de certa instabilidade emocional,
que independentemente do gênero põem em confronto
relações de seres que se amaram mas cujo Amor, por diversos
motivos ou razões, não se chegou a cristalizar numa profunda
e frutuosa Amizade. Gostei de ler e apreciar esta bela obra de
cariz romântico e com sensualidade q.b., elaborada com arte e
mestria. Mais uma pérola para enriquecer o seu vasto acervo de
obras poéticas. Com um fraterno abraço agradeço suas visitas e
sempre aguardados comentários.

     QUANDO O AMOR ENFRENTA AS PAIXÕES

Quando as 'paixões' dominam o coração,
É enorme o sacrifício em desviar,
O pensamento e seguir nossa razão,
Para no mar das sensações não naufragar.

Então um sério dilema irá surgir.
Se outro amor tiver de acontecer.
Todos prós e contras terão de se medir,
Antes da nova escolha ter de fazer.

Quando ainda se tem um Amor em casa.
Terão que perder tudo que realizaram...?
Amor da mulher e dos filhos, que criaram.

Duma epopeia vão fazer tábua rasa?.!..?
Será que alguma "Paixão", se perpetuou..?
Será 'Bom' trocar o certo, pelo que calhou?..

               *** gmarques
Para o texto: PAIXÃO SEM FREIO (T6285111)
Enviado por Jacó Filho em 20/03/2018

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras