Judd Marriott Mendes in Versus

O Sagrado que habita em mim, ama o Sagrado que habita em ti ...

Áudios

Porque te amo - Mestre Jacó Filho
Data: 13/03/2018
Créditos:
Jacó Filho


Porque te amo, rondel naravilhoso.
Visite o autor Mestre Jacó Filho
https://www.recantodasletras.com.br/rondel/6278437


Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

PORQUE TE AMO - Interagindo com o mestre Judd Marriott Mendes
            PORQUE TE AMO

             Quando te amo a minh'alma flutua,
          Sonhando que te terei em nossa casa...
Uma louca paixão me põe em brasas,
Queimando em tantas saudades tuas...

Relembro teu corpo, tal deusa nua,
A quem todos desejam, onde passas,
               Quando te amo a minh'alma flutua,
           Sonhando que te terei em nossa casa...

               E sempre que sonho, vou até a rua,
    Aonde tu moras e digo em serenata,
               Quanto te amo e a paixão continua,
Mesmo quando sinto que me maltratas...
                Quando te amo a minh'alma flutua...


                  Para o texto:
      Saciar a tua sede (T6277028)
            De: Judd Marriott Mendes

,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

Obrigado mestra Sílvia Potiguar:

PORQUE TE AMO

Te amo porque em ti encontro paz
Enches meu coração de felicidade
Te amar com veemência me apraz
Entrega total com fidelidade
Te Conhecendo sei do que és capaz

Tua vida, envolveste em minha vida
Te amo porque em ti encontro paz
Enches meu coração de felicidade
Te amo de forma ardente, contumaz

Em troca, me amas com sinceridade
Assim, entre abraços e beijo voraz
Te chamo de amor, me chamas querida
Te amo porque em ti encontro paz.

Para o texto:
PORQUE TE AMO - Interagindo com o
mestre Judd Marriott Mendes (T6278437)

,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

Obrigado mestra  Sílvia Potiguar:

                       SERENATA

Amo fazer serenata
Numa noite enluarada
Pode ser no meio da mata
Ou sentada na calçada

Nada de fazer bravata
Pois canto com o coração
Amo fazer serenata
Numa noite enluarada

Aí, bem sei, não sou sensata
Minh'alma chora calada
O pranto rola em cascata
No peito, aperto o violão
Amo fazer serenata.

Mestre Jacó Filho::
Fiz com carinho,
cantando Ontem ao Luar,
Naquela Mesa e
Chão de Estrelas.
A sua ausência
bem acentuada
Nessa serenata
tava faltando você.

Beijos poéticos e um caloroso abraço.
Sílvia Potiguar
Para o texto:
PORQUE TE AMO - Interagindo com o mestre
Judd Marriott Mendes (T6278437)
Enviado por Jacó Filho em 13/03/2018

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras