Judd Marriott Mendes in Versus

O Sagrado que habita em mim, ama o Sagrado que habita em ti ...

Áudios

Lindas, Acessíveis e Imperfeitas / Fábio & Judd
Data: 25/12/2017
Créditos:
Fábio Brandão e Judd Marriott Mendes

Lindas, Acessíveis e Imperfeitas / Mulher, divina beldade mulher - (Dueto de Sonetos) Fábio Brandão e Judd Marriott Mendes
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Judd Marriott Mendes e Fábio Brandão com canção Erasmo Carlos). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Lindas, Acessíveis e Imperfeitas


Deusas vivem no olimpo e são inatingíveis
A imperfeição faz o homem bem mais feliz
Nós amamos cada estria, celulite ou cicatriz.
Homens preferem deleites reais e possíveis

Sábio é ver na normalidade cotidiana o sensual
Formas que satisfazem não são formas perfeitas
O êxtase do prazer não seguir impostas receitas
Cada um do seu jeito faz na intimidade seu carnaval

Meus aplausos ás mulheres das alegrias mais acessíveis
Para ser nossa gostosa não necessita ser modelo ou atriz
Está ao nosso lado na saúde, doença, no dia bom ou infeliz

O verdadeiro mulherão que faz nosso dia a dia sensacional
Não estão em capas de revistas ou jornais nossas eleitas
Elas alegram nossos corações e nossas almas ficam satisfeitas

Fábio Brandão Caldeira



Mulher, Divina Beldade Mulher

A mulher é um ser perfeito, deve ser muito amada.
Endeusada, dever ser a cada dia conquistada
Por toda vida cortejada, na cama desejada
Na boca calorosamente beijada, na alegria multiplicada

Em cada queda levantada, na tristeza sempre consolada
Ao nosso lado encorajada, em nosso lar motivada
Na TPM compreendida, no aniversário presenteada
Precisa de afagos e ter a alma massageada

Precisa sempre ter realce e sua beleza admirada
Ter sua fibra admirada, nos momentos difíceis ajudada
O único ser que salva e leva a vida a ser transformada

Receber as preces a Deus para que seja abençoada
Pela vida inteira dignificada e respeitada
E mais do que tudo por toda vida de um homem amada


Judd Marriot Mendes



Interação de Roberta Lessa

MESMO NAS MAIS CAUDALOSAS RUAS ESTREMECIDAS DE MEDOS...
Há mulheres perfeitas, perfeitamente forjadas para serem perfeitas....
E O SOL AINDA QUEIMA A FACE DA MULHER BOIA FRIA.MESMO NAS MAIS SILENCIOSAS NOITES ESCURECIDAS DE CUIDADOS...
Há mulheres eleitas, perfeitamente amadas para serem eleitas....
E A RUA AINDA GRITA A FOME DA MULHER MENINA.MESMO NAS MAIS FALACIOSAS PERNAS ENFRAQUECIDAS DE CAMINHOS...
Há mulheres refeitas, eleitamente usadas para seres refeitas....
E A NOITE AINDA CURA O CORPO DA MULHER MERETRIZ.MESMO NAS MAIS FANTASIOSAS LUAS CONTIDAS DE PECADOS...
Há mulheres satisfeitas, refeitamente caladas para serem satisfeitas....
E O PÉ AINDA PISA O GESTO DA MULHER ATRIZ.MESMO NAS MAIS DANÇANTES VENTAROLAS ARREMETIDAS DE CERTEZAS...
Há mulheres direitas, satisfeitamente ornadas para serem direitas....
E A LUA AINDA OUVE O GEMIDO DA MULHER MATERNA.MESMO NAS MAIS OBSCURAS SOMBRAS ENEGRECIDAS DE FORTALEZAS...
Há mulheres aceitas, direitamente cantadas para serem aceitas....
E O VENTO AINDA SACIA O VÍCIO DA MULHER REPENTISTA.MESMO NOS MAIS DITOSOS SOIS DOURADOS DE PEQUENEZAS...
Há mulheres sujeitas, aceitadamente fabricadas para serem sujeitas....
E A SOMBRA RAREIA A SAGA DA MULHER PARIDEIRA.










 
Enviado por Fábio Brandão em 25/12/2017

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras