Judd Marriott Mendes in Versus

O Sagrado que habita em mim, ama o Sagrado que habita em ti ...

Áudios

O ultimo soneto, até sempre... Feliz Natal
Data: 16/12/2017
Créditos:
Judd was here until 2017, 15th December. Thanks to all, I will cary you all forever... Thanks always , God bless you... Until Ever...
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Judd Marriott Mendes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Pálpebras escuras e meus olhos retraídos
Estou apagado tão longe e indiferente 
São tantas mazelas e dores sentidas
Que me rasgam a carne, ferem profundamente

 Todo sonho se esvai transparente
 Calo a vida em lágrimas contidas
O que adianta futuro, sem mero presente
A doença me leva e mexe os sentidos   

Tentei sorrir, aparecer, amar e disfarçar 
Chegou o Natal curta muito este lindo momento
Vim me despedir e por último te abraçar.

Depressão e outros me causam tanto mal 
Ao sair, até sempre... por favor apague a luz 
O poeta se despede com carinhoso abraço,
                     Feliz Natal!


Minha ultima Oração  << == no Recanto

Meu Feliz Natal   << == no Recanto
Enviado por Judd Marriott Mendes em 16/12/2017

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Judd Marriott Mendes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras