Judd Marriott Mendes in Versus

O Sagrado que habita em mim, ama o Sagrado que habita em ti ...

Áudios

O poeta anoitece, recitado Judd
Data: 07/12/2017
Créditos:
O poeta anoitece, recitado Judd
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Judd Marriott Mendes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



O poeta anoitece

Algum dia meu o corpo envelhece
A juventude desabará em erupção
O que vivi fica e transparece
A alma manterá a minha evolução  
 
Terei as marcas que o tempo acompanhou
Livre do passado e vivo do meu presente
Com todas falhas que o tempo não reparou
Claro eu não serei eterno adolescente.
 
Com alguma sorte a vida me reconhece
Me dá um lugar ao sol e me enaltece
Mesmo que escreva poemas em prece
 
Seguirei o meu caminho frequente
Distante de tristeza e murmura ausente
Sempre nos braços da minha mulher amada...  



Recitado  na barra se curtir ouvir, obrigado pela visita
 e coment.  Uma bela noite, abraço meu Judd

 
Enviado por Judd Marriott Mendes em 07/12/2017

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Judd Marriott Mendes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras