Judd Marriott Mendes in Versus

O Sagrado que habita em mim, ama o Sagrado que habita em ti ...

Áudios

Dueto Ligeiro - Iolanda Pinheiro & Esther Lessa
Data: 23/11/2017
Créditos:
DUETO LIGEIRO COM A POETISA ESTHER LESSA

Autora No RL; Iolanda Pinheiro
http://www.recantodasletras.com.br/autores/iolandapinheiro
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Tie e poesia Iolanda Pinheiro & Esther Lessa). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Dueto Ligeiro

                      

                                                  
Um amor torna-se poesia. Não. Centenas.
Porque o amor não cabe num papel A4,
nem no coração solitário.
Ele tem que ganhar asas
e assumir várias formas.
Flutuar por muitos céus,
se perder em pensamentos
e se liquefazer em lágrimas.

Iolanda Pinheiro


                                               

               
 
 
                                                       
                                      Sim , querida!
                                O amor torna-se poesia ,
                                  mais de uma, muitas.

                            Mas o verso sempre se repete
                                 porque com tantas
                          e tão variadas cores e aromas,

                       o amor é sempre o encantamento
                       que está em tudo o que nos toma.
                                 E faz nossa poesia!
             Beijo!

Esther Lessa




 

Interação da mimosa e muito querida Cristina Gaspar.
 
Só passando para deixar um cheiro
Dentro desse dueto ligeiro
Que fala lindo de amor
Só passando para sentir o perfume
De dentro dessas letras amorosas
Que de tão doces deixam aroma de rosas
Só passando para pintar com cores
A parte de dentro desses versos de amores
Nessa paleta de dupla poesia

-www-


Interação do maravilhoso amigo Trovador das Alterosas.

Duas poetisas se falando de amor
Fazendo-nos senti-lo por inteiro,
Cantado em poesia fica como flor
Como rosas enfeitando um canteiro
Transmitindo com meiguice e calor
Como uma canção para o seresteiro.
Feito por almas de grande de valor
Tirando do imo este poema inteiro
Enfeitando-o com seu carinho e cor
Por Esther Lessa e Iolanda Pinheiro


-www-

Interação do inventivo amigo Poeta Olavo, que nos brinda com esta perfeita interação.

O amor é sinônimo de poesia 
Tanto de noite como de dia
À noite para viver amores 
De dia para colher as flores
-www-

Interação do nova amiga Aila Brito. Obrigada, flor.

O amor é poesia
De autoria divina
Traz em si linda magia
Feito de matéria fina


-www-

Interação mineira querida Sandra Rosa. Obrigada, princesa.

O Amor torna-se poesia 
Quando no silêncio de uma lágrima 
o coração pulsa mais forte  
  Só com a presença do Ser amado
   Assim almas em encantamento  
  emoções a todo momento


-www-
Enviado por Iolanda Pinheiro em 23/11/2017

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Iolanda Pinheiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras