Judd Marriott Mendes in Versus

O Sagrado que habita em mim, ama o Sagrado que habita em ti ...

Áudios

Vai, vai se... prenda me - Judd Marriott Mendes
Data: 19/11/2017
Créditos:
Vai, vai se... prenda me
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Anastacia e poesiaJudd Marriott Mendes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Vai, vai se... prenda me

Prenda me à noite no raiar da aurora
Na figueira que verde que figo aflora
Onde a terra me dá frutos agora
Agua pura minha sede implora 
Nas vinhas, no trigo, na macieira
Prenda imune me sem eira nem beira
Onde canta o vento canção ligeira
Talvez tu não saibas ainda te amo 
Nunca esqueci os teus beijos
Meu coração perpetrou se insano
Na sombra silenciosa dos meus desejos
Queria mandar te, ir se foder...
Mas estou incerto se junto podia ir
Sem teu amor eu vou morrer
Prenda me se ainda houver algum porvir. 

 
Enviado por Judd Marriott Mendes em 18/11/2017

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Judd Marriott Mendes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras