Judd Marriott Mendes in Versus

O Sagrado que habita em mim, ama o Sagrado que habita em ti ...

Áudios

Até já amor... Judd Marriott Mendes
Data: 04/11/2017
Créditos:
Judd Marriott Mendes, Até já amor..., poesias de amor.

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Roxette). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Até já amor 


Amor eu vou viajar 
Prometo não demorar
Meu põe no seu colar  
Perto do teu coração 
Aqui eu quero estar
Em perfumado algodão
Mantenha me na alma
Não vou te machucar
Não perca a sua calma
Tenta o choro abafar
Saudades não sangram
Sei que também não perdoam
Neste momento apenas me abrace
Me abrace, abrace, abrace
Toque a minha face
Terei de ouvir meu nome
Em sonoro interlace
Sussurrado pelo telefone
Quando eu voltar...
Te amarro, te mordo, te pego
Aperto, adestro a te amar
Finalmente te darei sossego
Vai... me abraça já, depressa
Sem demora, com motivo
Para eu ir logo embora.



Judd Marriott .·.    Mais aqui no Recanto <==
Enviado por Judd Marriott Mendes em 03/11/2017

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Judd Marriott Mendes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras